Sábado, 04 DE Julho 2009

HIP-HOP

Hip-Hop

 

 

Hip-hop é um movimento cultural iniciado no final da década de 1960 nos Estados Unidos como forma de reacção aos conflitos sociais e à violência sofrida pelas classes menos favorecidas da sociedade urbana. É uma espécie de cultura das ruas, um movimento de reivindicação de espaço e voz das periferias, traduzido nas letras questionadoras e agressivas, no ritmo forte e intenso e nas imagens grafitadas pelos muros das cidades. O hip-hop como movimento cultural é composto por quatro manifestações artísticas principais: MCing que é a manifestação do mestre de cerimónias, que anima a festa com suas rimas improvisadas, a instrumentação dos DJs, a dança do BREAKING (e não breakdance) e a pintura do grafite. O termo música hip-hop não se confunde com o rap (Rhythm and poetry), pois este tem estrutura divergente da música Hip-Hop em vários pontos, apesar de terem pontos em comum. Existem rappers que não tocam Hip-Hop, por exemplo Eminem e Racionais. E também existem músicos de Hip-Hop que não fazem Rap. Exemplo claro disso é percebido quando se assiste à premiação norte-americana de clipes da MTV, o chamado VMA. Neste existem duas categorias distintas: uma para melhor clipe de Rap e outra para melhor clip de Hip-Hop. No Brasil, os mais desinformados costumam adoptar os dois termos como sinónimos. No Brasil, o movimento hip-hop foi adoptado, sobretudo, pelos jovens negros e pobres de cidades grandes, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre e Curitiba, como forma de discussão e protesto contra o preconceito racial, a miséria e a exclusão. Como movimento cultural, o hip-hop tem servido como ferramenta de integração social e mesmo de re-socialização de jovens das periferias no sentido de romper com essa realidade.

 

DAQUI

Blog Widget by LinkWithin
publicado por ana às 12:54
Assuntos tratados no blog:
pesquisar neste blog
 
arquivos
2012
2011
2010
2009
posts recentes

...

...

mais sobre mim